sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

"Fui te afastando com carinho para ser sem dor. Sussurrando os meus defeitos ao pé do teu ouvido enquanto me distanciava por talvez covardia, talvez desilusão. É que eu já estava tão saturado desses reveses que antecipei seu não com minha ausência. O que me restava senão a resignação diante dos seus roteiros engessados que não compreendiam nada além do seu inventado ideal? Eu já não tenho tempo para investir em incertezas, minha fé se recusa às coisas vãs".

0 comentários:

Postar um comentário