quinta-feira, 13 de agosto de 2009

Momento Emo


Tem momentos na vida da gente que é necessário averiguar se estamos sendo justos consigo mesmo. É preciso viajar pra o interior do nosso ser e ficar cara a cara com o que somos de verdade. Hoje algo me fez despertar isso. Fez-me enxergar que muitas vezes nos somos os causadores da nossa própria infelicidade. O mais difícil é aceitas as verdades da vida, por esses motivos nos escondemos por trás de máscaras que nos fazem acreditar no que queremos. Esse é o nosso maior erro, acreditar naquilo que fantasiamos.
Seria tão fácil se não existisse o medo. Eu pensava que o meu medo era apenas de errar, de fazer as pessoas ao meu redor sofrerem com minhas escolhas. Descobrir também outros medos meus, esses mais amedrontadores (E continuo guardando-os apenas pra mim). Essa é a causa da infelicidade, quantas pessoas são infelizes apenas para proporcionar a felicidade do próximo? Bom mesmo seria não vestir a personalidade que criaram pra gente, e sim ser apenas você mesmo, sem ter medo de ser feliz. Temos tanto receio de acender a luz do nosso porão, porém quando isso acontecer podemos nos deparar com um monstro grande e horrendo, mas quem sabe não encontramos um palhaço com nariz vermelho rindo de nos mesmo por demoramos tanto a aceitar aquilo que realmente somos.

2 comentários:

Pantera disse...

A individualidade é algo complicado de se definir e também de ser exercida, já que ao arriscar ser diferente a pessoa pode acabar no ridículo. Apenas os que estão prontos para isso é que realmente vivem sua individualidade ao máximo.

Comente em meu blog e eu linko você:
http://paralaxehiperbolica.blogspot.com

Janine disse...

Às vezes acho que você consegue escrever exatamente o que eu sinto. Que sintônia hein? Fiz de suas palavras as minhas. É verdade, todos nós temos medo de acender a luz do porão. Confesso que ainda não tive coragem.
Continue a escrever tão bem quanto escreve agora. <3

Postar um comentário